replica rolex rolex is still the best choice inside of the global watch market sector.
diamond painting made in usa.

what companies are selling legit cheap sex doll?

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

Arquivo Nacional divulga foto histórica com posse de Lattes no CD do CNPq

  • Publicado: Sexta, 24 de Janeiro de 2020, 12h32
  • Última atualização em Sexta, 24 de Janeiro de 2020, 12h32
  • Acessos: 2978

O físico brasileiro César Lattes (1924-2005), primeiro diretor científico e um dos fundadores do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), no Rio de Janeiro (RJ), foi homenageado pelo Arquivo Nacional.

A postagem ‒ feita na conta do Arquivo Nacional no Facebook ‒ destaca o então Conselho Nacional de Pesquisas (CNPq) ‒ hoje, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, que completa 69 anos neste mês.

Lattes foi presidente do Conselho Diretor (CD) do CNPq e teve forte participação na criação da instituição. Na foto, o físico brasileiro aparece assinando sua posse no CD, em 16 de abril de 1951 ‒ praticamente, três meses depois da criação do CNPq, em 15 de janeiro daquele ano. Dois anos antes, também em 15 de janeiro, se dava a criação do CBPF.

A imagem faz parte do ‘Fundo Agência Nacional’ do Arquivo Nacional e pode ser recuperada, na internet, por meio do código BR_RJANRIO_EH_0_FOT_PPU_04405_002 ‒ o que leva a resultados que mostram as contas no Pinterest e Flickr do Arquivo Nacional.

 

Posse de Lattes como presidente do Conselho Diretor do CNPq, em 16 de abril de 1951

(Crédito: Arquivo Nacional)

 

Raízes imperiais

O Arquivo Nacional é um órgão do Ministério da Justiça e Segurança Pública voltado para a catalogação, preservação e divulgação de documentos públicos e privados, de pessoas físicas e jurídicas. Atua também junto a instituições públicas na gestão e preservação de seus documentos.

Segundo verbete da Wikipédia, a instituição foi criada em 2 de janeiro de 1838, como Arquivo Público do Império, ação prevista na Constituição de 1824. Juntamente com o Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro (IHGB) e a Academia Imperial de Belas Artes ‒ hoje, Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro ‒, sua criação fazia parte de um esforço do Império para a estruturação do Estado.

 

Projeto de nação

Lattes ganhou fama a partir da segunda metade da década de 1940, quando, no Reino Unido e nos EUA, teve participação decisiva na detecção do chamado méson pi, partícula responsável por manter o núcleo atômico coeso. De volta ao Brasil, seus feitos motivaram uma campanha pública ‒ na qual se envolveram cientistas, militares, empresários, políticos, artistas etc. ‒ em prol da fundação de uma instituição voltada, em regime integral, à pesquisa em física no Brasil. Nascia, assim, em 15 de janeiro de 1949, o CBPF.

A reboque da fundação do CBPF ‒ ocorrida em um momento no qual ciência era parte de um projeto de nação ‒, veio boa parte da infraestrutura político-administrativa da ciência no país, como a criação não só do CNPq, mas também da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), bem como de fundações estaduais de amparo à pesquisa.

Lattes teve sete indicações ao Nobel de Física e é hoje um dos cientistas mais reconhecidos da ciência no Brasil, ao lado, por exemplo, dos sanitaristas Oswaldo Cruz (1872-1917) e Carlos Chagas (1879-1934).

 

Cássia Ramos

Núcleo de Comunicação Social

CBPF

 

Mais informações:

Arquivo Nacional: http://www.arquivonacional.gov.br/

Facebook Arquivo Nacional: https://www.facebook.com/arquivonacionalbrasil

Pinterest Arquivo Nacional: https://br.pinterest.com/arquivonacional/

Flickr Arquivo Nacional: https://www.flickr.com/photos/arquivonacionalbrasil/

Portal CBPF: portal.cbpf.br

Centro de memória CNPq: http://centrodememoria.cnpq.br/

Biografia de Lattes: http://portal.cbpf.br/pt-br/livros

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página