replica rolex rolex is still the best choice inside of the global watch market sector.
diamond painting made in usa.

what companies are selling legit cheap sex doll?

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Edição de encerramento da temporada 2021: O CNPEM e a nova Fonte de Luz Síncrotron Brasileira, Sirius

Publicado: Quarta, 22 de Setembro de 2021, 12h00 | Última atualização em Segunda, 08 de Novembro de 2021, 10h35 | Acessos: 94

O físico Antonio José Roque da Silva, diretor-geral do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), diretor do Projeto Sirius e professor titular do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (IF-USP), é o décimo sétimo convidado dos Colóquios Científicos 2021. O evento acontece de forma virtual, com transmissão ao vivo pelo canal do CBPF no Youtube.

O físico Antonio José Roque da Silva
Crédito: Arquivo Pessoal

Sobre o tema

Laboratórios Nacionais se tornaram elementos importantes nos Sistemas Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação dos diferentes países, desde o sucesso inicial dessas instalações com o Projeto Manhattan. Apesar de, inicialmente, estarem fortemente ligados a questões de segurança nacional, evoluíram ao longo do tempo para centros que desenvolvem, constroem, operam e mantém infraestrutura e equipamentos de pesquisa diferenciados, de escala de tamanho e recursos incompatíveis com uma replicação em vários laboratórios de pesquisa, com enorme ganho de escala. A evolução dos Laboratórios Nacionais também trouxe um segundo componente, que é a missão de execução de programas estratégicos, em áreas como saúde, meio ambiente, energia, novos materiais, dentre outros. Uma característica desses problemas, dadas as suas complexidades, é a necessidade de abordagens multidisciplinares e coordenadas na busca de soluções.

Inspirado nesse modelo dos Laboratórios Nacionais, o Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM) se destaca no cenário nacional por ser um centro de referência aberto, multiusuário e multidisciplinar, beneficiando anualmente milhares de cientistas nas mais diversas áreas do conhecimento. O CNPEM tem sua origem no Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (LNLS), que desenvolveu a tecnologia e construiu entre 1987 e 1997 uma fonte de luz síncrotron de segunda geração, primeira do hemisfério sul. Ao longo dos anos outras competências foram sendo agregadas ao Centro, atingindo sua configuração atual como um complexo de quatro Laboratórios Nacionais que reúne: o próprio LNLS; o Laboratório Nacional de Biociências (LNBio); o Laboratório Nacional de Nanotecnologia (LNNano) e o Laboratório Nacional de Biorrenováveis (LNBR).

Desde 2009 o CNPEM tem trabalhado no projeto e construção do novo síncrotron brasileiro – Sirius. Sirius será um sincrotron de altíssimo brilho, uma das primeiras máquinas de 4a geração do mundo, e um dos projetos mais avançados já construídos no país. Esse aumento significativo do brilho irá permitir a execução de experimentos e utilização de técnicas antes indisponíveis no país. Com isso, Sirius abrirá enormes oportunidades para o estudo de materiais - orgânicos e inorgânicos - com grau de detalhe sem precedentes, fornecendo ferramentas de pesquisa de ponta competitivas mundialmente. Nesta palestra será apresentada uma visão geral do CNPEM bem como as principais características, potencialidades e status do projeto Sirius.

 

Sobre o palestrante

Antonio José Roque da Silva é Diretor-Geral do Centro Nacional de Pesquisa em Energia e Materiais (CNPEM), Diretor do Projeto Sirius e Professor Titular do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP). Tem graduação e mestrado em Física pela Unicamp, doutorado e pós-doutorado pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, e pós-doutorado pela Universidade da Califórnia, em Los Angeles. Atua em Física da Matéria Condensada e Física Atômica e Molecular. É membro titular da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e membro da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP). Em 2018 foi agraciado com a medalha Nacional da Ordem do Mérito Científico e, em 2018, 2019 e 2020, ganhou o prêmio “100 Mais Influentes da Energia”. Membro do Conselho Superior da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (ANPEI).

CV Lattes: http://lattes.cnpq.br/8647243878678518

 
 
 



COLÓQUIOS CIENTÍFICOS
Palestrante: Antonio Roque, físico
Tema: O CNPEM e a nova Fonte de Luz Síncrotron Brasileira, Sirius
Dia: terça-feira, 16/11
Horário: 16h
Local: canal do CBPF no Youtube
registrado em:
Fim do conteúdo da página