replica rolex rolex is still the best choice inside of the global watch market sector.
diamond painting made in usa.

what companies are selling legit cheap sex doll?

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

CBPF em 22º no ranking de importação do CNPq

  • Publicado: Sexta, 15 de Julho de 2022, 17h59
  • Última atualização em Quarta, 27 de Julho de 2022, 17h09
  • Acessos: 72

O Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) acaba de ser listado entre as principais entidades importadoras credenciadas ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) em relatório referente ao ano de 2021.

A publicação lista as 180 entidades que estão credenciadas para proceder com as aquisições de bens destinados à pesquisa científica e tecnológica com benefícios previstos em lei (Lei nº 8.010, de 29 de março de 1990). O CBPF aparece na posição de número 22.

Rosemary Carvalho, Chefe do Serviço de Patrimônio, Importação e Materiais do CBPF, explica que os itens importados são equipamentos e insumos não encontrados no Brasil, que são necessários à pesquisa científica e complementa: “essa posição no ranking do CNPq só fortalece o reconhecimento que já existe por parte do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) para esse serviço de importação que é executado não só para o CBPF, mas para todas as Unidades de Pesquisa que fazem parte do acordo de cooperação ”.

O Coordenador de Administração do CBPF, Francisco Roberto Leonardo, ressalta a importância do material adquirido: “são materiais científicos, que modernizam os laboratórios das instituições do MCTI e que fazem parte do acordo de cooperação, para que as mesmas fortaleçam as suas atividades científicas e tecnológicas. ”

O acordo compreende 8 unidades vinculadas ao MCTI: CBPF, Observatório Nacional (ON), Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), Centro de Tecnologia Mineral (CETEM), Instituto Nacional de Tecnologia (INT), Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST), Centro de Tecnologia da Informação (CTI) e Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG).

Para o coordenador de administração, “esse ranking mostra a eficiência e o crescimento do CBPF junto às Unidades de Pesquisa do MCTI, no volume de importação demandado pela instituição”. A chefe do Serviço de Patrimônio, Importação e Materiais finaliza concluindo: “São 12 anos de dedicação e empenho, é uma equipe com profissionais que se qualificaram para ter conhecimento necessário para esta função”.

registrado em:
Fim do conteúdo da página