replica rolex rolex is still the best choice inside of the global watch market sector.
diamond painting made in usa.

what companies are selling legit cheap sex doll?

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

A força de uma união duradoura: CBPF inaugura exposição sobre casal de fundadores

  • Publicado: Sexta, 19 de Agosto de 2022, 13h47
  • Última atualização em Sexta, 19 de Agosto de 2022, 13h47
  • Acessos: 76

No mês de suas emerências no Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF), os pesquisadores e fundadores Jayme Tiomno (1920-2011) e Elisa Frota-Pessôa (1921-2018) são homenageados em exposição de painéis. Eternizam-se, junto a Cesar Lattes (1924-2005) e José Leite Lopes (1918-2006), nos muros do instituto que construíram com dedicação e amor à física.

Jayme

Nascido em 16 de abril de 1920, no Rio de Janeiro, teve ainda cedo interesse pela ciência: a princípio pela medicina, sua opção no vestibular realizado na década de 1930, posteriormente pela física, que perdurou por toda a sua vida adulta.

Tiomno formou-se em física pela antiga Faculdade Nacional de Filosofia (FNFi), na mesma turma em que estavam Frota-Pessôa e Leite Lopes. No início de 1948 recebeu uma bolsa de estudos do governo norte-americano para se doutorar pela Universidade de Princeton. Sua primeira opção de orientador foi John Wheeler (1911-2008), com quem escreveu dois trabalhos sobre física de partículas elementares, mas o físico norte-americano acabou substituído por Eugene Wigner (1902-1998) – Nobel de Física de 1963 –, que o orientaria em uma tese sobre neutrinos.

Em 1960, Tiomno, auxiliado por Antonio Luciano Leite Videira (1935-2018) e Nicim Zagury, propôs a existência de uma nova ressonância bariônica, o méson K’. Além da área de partículas elementares, Tiomno também produziu trabalhos em relatividade geral, cosmologia e buracos negros.

Elisa

Nascida Elisa Esther Habbema de Maia, em 17 de janeiro de 1921, no Rio de Janeiro (RJ), casou-se aos 18 anos com o biólogo Oswaldo Frota-Pessôa, quando estava para ingressar no curso de física da (FNFi), então Universidade do Brasil (hoje, Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Fez o vestibular em 1940, ingressando na mesma turma dos futuros fundadores do CBPF, Leite Lopes e Tiomno. Foi mãe ainda na graduação, período em que se tornou auxiliar – também acompanhada de Tiomno – de outro pioneiro da física no Brasil e também fundador do CBPF, Joaquim da Costa Ribeiro (1906-1960), descobridor do chamado efeito termodielétrico. Em 1944, foi nomeada assistente da cadeira de Física Geral e Experimental na FNFi.

Em 1948 passou um ano na Universidade de São Paulo
(USP) pesquisando, voltando para o Rio no ano seguinte, quando reassumiu no FNRi e começou a atuar no CBPF – do qual é membro fundadora e autora do primeiro trabalho científico realizado pelo instituto: “Sobre a desintegração do méson pesado positivo”, com a colaboração de Neusa Margem, posteriormente Amato (1926-2015).

Chefiou a Divisão de Emulsões Nucleares do CBPF de 1949 a 1964, com exceção do período entre 1958/1959, em que trabalhou no University College em Londres, no grupo de Eric H. S. Burhop (1911-1980).

A força de uma união duradoura

Em 1947, a união entre Tiomno e Elisa que até então era direcionada somente à vida profissional, passa a seguir também na vida pessoal e tornam-se um casal.

Em 1969, Elisa e Tiomno são aposentados compulsoriamente pelo Ato Institucional número 5, decretado no ano anterior pelo regime militar, juntamente com outros cientistas brasileiros. O casal foi impedido até mesmo de continuar trabalhando no CBPF, organização então privada.

Ao retornarem ao Rio, incialmente trabalharam em casa e na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio), até voltarem a ocupar seus cargos no CBPF, em 1980, com a anistia política. Em 1992, ambos se tornaram pesquisadores eméritos do CBPF.

 

Capa do folheto comemorativo da exposição
Crédito: Ana Videira

Saiba mais:

 Elisa Frota-Pessôa – Breve Biografia ABC: https://www.abc.org.br/membro/elisa-esther-maia-frota-pessoa/

Depoimento Elisa Frota-Pessôa para comemoração dos 50 anos do CBPF: http://cbpfindex.cbpf.br/publication_pdfs/cs00803.2010_08_13_15_42_03.pdf

Obituário FAPESP Elisa Frota-Pessôa: https://revistapesquisa.fapesp.br/elisa-frota-pessoa-uma-das-primeiras-fisicas-do-pais-morre-aos-97-anos/

Biografia Jayme Tiomno: A Life for Science, a Life for Brazil (Editora Spring):

https://link.springer.com/book/10.1007/978-3-030-41011-7

Artigo “Tiomno, 100: CBPF traz ensaio e entrevista”: https://www2.cbpf.br/index.php/pt-br/ultimas-noticias/100-anos-de-tiomno-cbpf-traz-ensaio-e-entrevista

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página