replica rolex rolex is still the best choice inside of the global watch market sector.
diamond painting made in usa.

what companies are selling legit cheap sex doll?

Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Laboratório de Ressonância Magnética Nuclear (RMN)

Publicado: Quinta, 21 de Março de 2019, 13h14 | Última atualização em Quinta, 28 de Março de 2019, 16h53 | Acessos: 2228

O laboratório de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) conta com um espectrômetro Varian 500 MHz de alta resolução para líquidos e sólidos. O equipamento foi instalado em 2010 e adquirido com recursos da FAPERJ (Edital para aquisição de equipamentos de grande porte). O laboratório atua na área de informação quântica, tendo publicado regularmente trabalhos científicos em revistas de grande prestígio internacional, como por exemplo a Physical Review Letters. Na área aplicada o laboratório vem desenvolvendo estudos de meios porosos por RMN através de um projeto financiado pela PETROBRAS. Além disso, o laboratório também é utilizado regularmente por usuários externos como a EMBRAPA e a PETROBRAS. Além disso, o Grupo mantém colaborações com vários outros grupos de pesquisa em Informação quântica, no Brasil e em outros países: USP-São Carlos, UFG, UFABC, UFF, Univ. Técnica de Dortmund, Univ. Queen's de Belfast, e Univ. Nottingham.

O Grupo de Informação Quântica do CBPF desenvolve pesquisa experimental e teórica. O Grupo Experimental utiliza a técnica da Ressonância Magnética Nuclear (RMN) para implementar protocolos quânticos de computação e comunicação. Dentre os temas estudados pelo Grupo estão o desenvolvimento e caracterização de ferramentas para medidas de correlação quântica, simulações de sistemas quânticos, e estudos de descoerência.

 

Comitê Gestor:

O Comitê Gestor deste laboratório é composto pelos membros do Conselho Técnico-Científico do CBPF.

 

 

Equipe:

Grupo Experimental
Ivan S. Oliveira -- Responsável
Roberto S. Sarthour
Alexandre M.Souza

Grupo Teórico
Alfredo M. Ozorio de Almeida -- Responsável
Itzhak Roditi
Raul O. Vallejos
Fernando de Melo

Fim do conteúdo da página